sábado, 31 de julho de 2010

PORQUE, COMO E QUANDO VOCÊ DEVE LER A BÍBLIA!

Por que você deve ler a Bíblia?

Porque por meio dela você conhecerá a Deus e ficará sabendo o que ele exige de você e o que ele promete a você: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça” (2 Timóteo 3:16), “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim” (João 5:39), “pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que, pela concupiscência, há no mundo” (2 Pedro 1:4).

Porque nela você encontrará a revelação do amor de Deus pelo ser humano: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16), “Jesus, pois, operou também, em presença de seus discípulos, muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro, Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20:30-31).

Porque pela Bíblia você será ensinado e habilitado a viver o mais alto conceito de amor: “Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus” (Mateus 5:43-48).

Porque na Bíblia você encontrará mensagens de consolo e paz: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim”, “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele”, “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:1, 21, 27).

Porque suas palavras falarão ao seu coração quando você estiver angustiado e o consolarão: “Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia, que farta a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia”, “Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade”, “Mas a misericórdia do Senhor é desde a eternidade e até a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos” (Salmo 103:3-5, 8, 17).

Porque nela você encontrará princípios para uma vida de felicidade e harmonia no lar: “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja; porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido. Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor” (Efésios 5:22-6:4).

Como você deve ler a Bíblia?

Antes de iniciar, ore para que Deus o oriente e abençoe na sua leitura e, ao terminar, agradeça-lhe as bênçãos recebidas através dessa leitura. Um bom modelo de oração a ser feita antes de iniciar sua leitura bíblica é esta: “Desvenda os meus olhos para que eu contemple as maravilhas da tu lei” (Salmo 119:18).


Leia com reverência e humildade, e sempre que possível, procure ler trechos que tennham sentido completo. Mescle a leitura de livros do Antigo e do Novo Testamento. Lembre-se sempre do que escreveram os apóstolos Paulo e Pedro: “Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16-17) e “Sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da Escritura provém de particular elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo" (2 Pedro 1:20-21).


Medite naquilo que você está lendo e construa sua vida sobre as promessas e os ensinamentos que ela apresenta. Jesus Cristo disse: “Qualquer que vem a mim e ouve as minhas palavras, e as observa, eu vos mostrarei a quem é semelhante: É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha. Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa” (Lucas 6:47-49).


Quando você deve ler a Bíblia?

Comece a leitura hoje mesmo, e persista em seu propósito de ler a Bíblia todos os dias, como a descrição do autor sacro: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará” (Salmo 1:1-3).

O JUGO ERRADO

Qual é o jugo que você está levando? Lembre-se destas palavras de Jesus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mateus 11:28-30).
Qualquer pessoa que sirva no ministério de uma igreja – especialmente uma igreja em crescimento, com menos de cem membros –, que tem sentido a carga do ministério sobre suas finanças, sua família, seu emprego e seu casamento, provavelmente já perguntou a si mesma: É este o jugo suave? Curiosamente, ao contrário de que deveria ser, muitos cristãos que servem em suas igrejas levam os jugos errados e carregam os fardos mais pesados... Será este o seu caso?
Um líder de certa igreja foi chamado para ajudar a equipe pastoral de outra, que estava enfrentando dificuldades. Ele se encontrou com aquela equipe para oferecer apoio e identificar os problemas. Primeiro, ele perguntou a cada pessoa em que ministério ela servia. Então perguntou qual era a sua paixão na vida. E descobriu que nenhuma daquelas pessoas estava servindo numa área pela qual fosse apaixonado!
O convite de Jesus foi naturalmente entendido pelos seus ouvintes da época, pois a maciça maioria daquelas pessoas vivia encurvada sob o peso quase insuportável das obrigações religiosas impostas a elas pelos sacerdotes, escribas e fariseus. Originalmente, "cansados" significa "sobrecarregados", ou melhor, gente que não pôde descansar de um trabalho pesado e já está fazendo outro! Isso tem algum reflexo nos ministérios dos cristãos hodiernos?
Isso significa que pouca coisa é mais triste numa igreja do que indivíduos envolvidos em áreas do ministério para as quais não se sentem chamados, nem levam uma verdadeira carga ou tem paixão. Como saber se você está levando o jugo errado? Quando cinco minutos parece uma eternidade. E o jugo certo? Quando você está pensando: “Ei, tem algo mais para fazer?”, ou “Foi fácil!”, ou “Já acabou?”. O tempo voa, não é verdade?
Talvez você esteja se perguntando: O que é exatamente um jugo? Um jugo é uma barra ou armação de madeira pela qual dois animais, geralmente dois bois, são unidos pelas cabeças ou pescoços para trabalharem juntos. Você sabia que dois bois sob um mesmo jugo podem puxar muito mais facilmente um determinado peso do que se o puxassem separadamente?
O apóstolo Paulo escreveu: “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2:10). Ele sabia que Deus tem um plano específico para cada um de nós. Mas, se nós não trabalharmos de acordo com este plano, as coisas não serão tão fáceis; vamos nos sentir cansados, desencorajados e desistiremos rapidamente. O ministério que começamos tão animadamente se tornará um fardo pesado e árduo, difícil de carregar...
Entender o propósito de Deus para sua vida e delegar aqueles trabalhos que não fazem parte do plano específico dele para você são duas atitudes muito importantes. Igualmente importante é a necessidade de ajudar aqueles que estão sob sua liderança a encontrar uma área no ministério da igreja, para a qual eles tenham recebido dons específicos e tenham sido chamados.