segunda-feira, 22 de novembro de 2010

COMO COMUNICAR PARA TRANSFORMAR VIDAS


Por que os pregadores pregam?
Desde que o objetivo da pregação seja a transformação de vidas, pregar é a ferramental fundamental para o crescimento da Igreja. Mas como podemos nos tornar mais efetivos na comunicação através da pregação? Temos a seguir oito questões que nos farão refletir sobre a eficácia da nossa pregação.

  1. A quem nós pregaremos?
Outras questões, como “Quais são suas necessidades?”, “Quais são suas mágoas?” e “Quais são seus interesses?” nos ajudarão a ver onde as pessoas estão. Por que perguntar? Porque há três coisas que sempre requererão nossa atenção:
·         Coisas que nos parecem ameaçadoras;
·         Coisas que nos parecem surpreendentes, extraordinárias;
·         Coisas às quais damos valor.
Um pregador só conseguirá prender a atenção das pessoas enquanto enfatizar aquilo que as pessoas valorizam.

  1. O que a Bíblia diz sobre as necessidades das pessoas?
Se nós cremos que a Bíblia é o Livro da Vida, creremos também que ela tem respostas para necessidades das pessoas! A tarefa do pregador é mostrar como a Bíblia pode ser relevante para as necessidades de hoje.

  1. Qual é a melhor maneira de dizer o que temos a dizer?
A aplicação é a tarefa central da pregação. Assim, a pregação precisa ser prática o suficiente para que as pessoas saibam o que devem fazer. Como tornar a pregação mais prática?
·         Devemos sempre desafiar nossos ouvintes à ação;
·         Devemos sempre dizer às pessoas a razão do que fazer;
·         Devemos sempre mostrar às pessoas como fazer.
Exortação sem explicação leva à frustração. A maioria das pessoas responde às nossas mensagens com a expressão “E agora?”. Em outras palavras: “Eu concordo com o que você está falando, mas... Como eu faço isso?”.

  1. Qual é a maneira mais positiva de dizer o que temos a dizer?
Jesus Cristo nunca tentou converter alguém com uma atitude raivosa. Ainda que as Escrituras claramente advirtam todas as pessoas sobre a iminência de um julgamento final, a pregação negativa apenas produzirá respostas negativas. Precisamos procurar alternativas positivas para esclarecer a respeito do pecado e devemos pregar sobre isso com humildade.

  1. Qual é a maneira mais encorajadora de dizer o que temos a dizer?
Todas as pessoas têm três necessidades fundamentais:
·         Necessidade de ter reforçada a sua fé;
·         Necessidade de ter renovada sua esperança;
·         Necessidade de ter restaurado o seu amor.
A chave para encorajarmos as pessoas através de nossa pregação reside em não apenas lhes dizermos como as coisas são, mas como elas poderiam ser!

  1. Qual é a maneira mais simples de dizer o que temos a dizer?
Jesus Cristo ensinou as mais profundas verdades através das mais simples maneiras. Se considerarmos que as pessoas se esquecem de noventa a noventa e cinco por cento do que ouvem em setenta e cinco horas, o sermão precisa ser definível em um simples pensamento. Como nós podemos simplificar o sermão?
·         Condensando a mensagem em uma única sentença;
·         Evitando o uso constante de termos religiosos;
·         Manter seu esboço o mais simples possível;
·         Fazer com que seja aplicável;
·         Nunca pregar um ponto sem uma ilustração.

  1. Qual é a maneira mais pessoal de dizer o que temos a dizer?
As pessoas são céticas e resistentes às conversas dos vendedores; então, as mensagens dos pastores devem ser as mais pessoais, ao ponto do ouvinte dizer: “Ele está pregando para mim!”. Como nós podemos pregar com impacto?
·         Compartilhando honestamente nossos esforços;
·         Compartilhando honestamente nossos progressos;
·         Compartilhando o que nós estamos aprendendo.

  1. Qual é a maneira mais interessante de dizer o que temos a dizer?

Para os que evitam a Igreja, uma pregação enfadonha é imperdoável. Precisamos virar o disco e atualizar nosso repertório! Jesus Cristo contou histórias sobre pessoas e se valeu do senso de humor. O humor relaxa as pessoas, faz o remédio amargo mais fácil de ser digerido e cria emoções positivas.

Conclusão. Uma boa e eficaz pregação não acontece por acidente. Ela tem de ser pensada. Finalmente, a maneira mais efetiva de pregar é... Amar as pessoas!

Autor desconhecido
Tradução e adaptação: Rev. Oslei do Nascimento


terça-feira, 9 de novembro de 2010

DEZ QUALIDADES DE UM LÍDER


Positividade: A habilidade de trabalhar e de tratar pessoas e situações de uma maneira positiva.
Disposição para servir: A disposição para se submeter, trabalhar em espírito de equipe e seguir o líder.
Potencial para crescer: Fome por crescimento pessoal e desenvolvimento próprio; a habilidade de se manter crescendo ao mesmo tempo em que o trabalho se expande.
Determinação: A determinação de ver o trabalho feito completamente e com consistência.
Lealdade: A intenção de sempre colocar o líder e a organização acima de desejos pessoais.
Resiliência: A habilidade de permanecer firme quando os problemas surgem.
Integridade: Confiabilidade e caráter sólido; palavras e procedimentos consistentes. 
Visão ampla: A habilidade de ver a organização como um todo e todas as suas necessidades. 
Disciplina: A capacidade de fazer o que é requerido independentemente da disposição ou do humor pessoais.
Gratidão: Uma atitude de reconhecimento que se torna um modo de vida.

Autor desconhecido – Tradução e adaptação: Rev. Oslei do Nascimento



segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Alguém me disse que ninguém precisa estudar para ser pastor... Basta ter paixão pelas almas! Será mesmo? Ou será que as duas coisas - estudos e paixão, ciência e unção - se completam? Jesus repreendeu seus ouvintes: "Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus" (Mateus 22:29). O autor sacro ordenou que cresçamos "na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo" (2 Pedro 3:18). Proponho uma reflexão: Escrituras = conhecimento, graça = poder... Ah, falando nisso, eu gostaria de lhes recomendar um pediatra... Na verdade, ele não é formado; aliás, nem freqüentou a faculdade de Pediatria. Mas tem uma verdadeira paixão por crianças! Se vocês quiserem que ele consulte seus filhos quando estiverem doentes, basta me pedir o telefone desse homem e eu lhes enviarei, ok?!